10 anos da Oficina Germinar

Educação

 10 sinais de que você deve parar de comer glúten imediatamente:


Desde criança, o glúten faz parte do nosso dia a dia.

São pães, bolos, pizzas, macarrão, biscoitos, bolachas, enfim, uma grande variedade de produtos com glúten.

Naturalmente, os alimentos com glúten só poderiam estar entre os mais consumidos em todo o mundo.

Mas o pior é que comemos sem prestar atenção aos sintomas que se sucedem depois de consumir essa substância.

Por isso muitos adultos são alérgicos ou intolerantes ao glúten e desconhecem.

O que não é à toa, pois os sintomas de alergia ou de intolerância ao glúten são muito diversificados.

E geralmente esses sintomas são interpretados como sinais de outras doenças, levando a erros de diagnóstico.

Observe, porém, que alguns dos sinais de alergia ou intolerância ao glúten são bem comuns, ou seja, costumam aparecer na maioria das pessoas que têm problemas com essa substância.

E, se tiver dois ou mais desses sinais, você provavelmente é alérgico ou intolerante ao glúten.

Aqui estão os dez mais comuns:

1 .Digestão lenta ou indigestão:

Um dos principais sintomas da alergia ou intolerância ao glúten são problemas digestivos.

Entre eles, intestino irritável, dor de estômago, inchaço e gases.

Isso simplesmente ocorre porque, quando o corpo não pode digerir o glúten, a substância provoca vários problemas no sistema digestivo.

2. Dor de cabeça

Outro sinal de uma possível alergia ou intolerância ao glúten são dores de cabeça crônicas, que podem variar de leves a enxaquecas fortes.

Neste caso,  a dor ocorre com mais frequência do que o habitual e, especialmente, depois de consumir qualquer alimento com glúten.

Se você sofre de dor de cabeça constante, preste atenção quando ela começar e observe se existe possibilidade de estar relacionada com o consumo de glúten.

3. Fadiga crônica

Se você sentir cansaço constante, apesar de não feito qualquer esforço ou atividade, acenda o sinal vermelho para uma possível incompatibilidade com o glúten.

A fadiga é um sintoma comum a deficiência de nutrientes, mas, se você sofre de alergia ou intolerância ao glúten, ela também pode se manifestar.

4. Confusão mental ou pensamento lento

Alergia ou intolerância ao glúten pode perturbar a atividade do cérebro.

Você pode sentir tonturas, visão turva, dificuldade de concentração ou lentidão mental.

Esses sintomas comumente são confundidos com estresse, fadiga ou idade.

5. Dor nas articulações

A alergia ou intolerância ao glúten geralmente provoca inflamação em todo o corpo, causando dores nas articulações.

6. Debilidade no sistema imunológico

Se sentir uma diminuição em suas defesas, ou seja, você fica mais doente do que o habitual, o seu corpo pode estar se enfraquecendo diante de uma alergia ou intolerância ao glúten.

7. Depressão

Alergia ou intolerância ao glúten também provoca doenças nervosas.

O paciente tende a se sentir mais deprimido, ansioso, irritado e pode sofrer alterações bruscas de humor.

8. Doenças na pele

Como uma reação ao glúten, o corpo pode se manifestar por meio de coceira e irritação na pele, erupções cutâneas, eczema, psoríase, queratose pilar ou erupções cutâneas em geral.

Os locais mais comuns desses problemas são coxas, braços e rosto.

9. Predisposição a cáries

Quando há alergia ou intolerância ao glúten, os dentes ficam enfraquecidos, o esmalte torna-se mais permeável e há maiores chances de cáries.

Além disso, toda a saúde oral é afetada, podendo ocorrer feridas dolorosas na boca.

10. Desordem hormonal

Os hormônios também podem ser severamente afetados pelo glúten, especialmente os níveis de estrogênio.

Isso afetará os períodos menstruais e provocará mudanças no peso, diminuição ou aumento.

O que fazer?

Se você tiver mais de um desses sintomas, é necessário fazer uma visita ao médico e manifestar a sua preocupação.

Certamente ele vai pedir alguns exames, como o teste para saber se o seu corpo tem algum nível de doença celíaca.

Também fará alguns testes de alergia e exames gástricos.

Dessa forma, seu médico será capaz de obter um bom diagnóstico e iniciar o tratamento.

Mas você mesmo pode dar o primeiro passo.

Experimente uma dieta livre de glúten por alguns dias.

Se sentir alívio e os sintomas desaparecerem, é quase certo que você têm problemas com o glúten.

Diante disso, converse com seu médico ou nutricionista para que o oriente melhor sobre a sua alimentação.


http://www.curapelanatureza.com.br/


   Pasta de dente ecológica:

Obs.: Esta pasta por ser abrasiva, deve ser utilizada 1x por semana.

1/4xíc. bicarbonato de sódio
1colh.1/2 de chá de sal marinho
6 gotas de OE de hortelã pimenta ou OE de laranja
Água aos poucos até dar ponto
1colh de sopa de Óleo de coco
Misture o bicarbonato com sal e ir acrescentando água aos poucos mexendo até ficar com boa consistência. A pasta deve ficar mais para líquida para diminuir o efeito abrasivo do bicarbonato.



         Para bochechar: Como anti-séptico bucal
também pode ser usado como pasta de dente.

1/3 de parte de noz moscada em pó
1 parte de cravo em pó
1 parte de canela em pó
1 parte de dolomita em pó
2 partes de joá em pó

Misture e guarde em um vidro. também pode ser usado para escovar os dentes.

Para manter uma boca saudável, é importante usar fio dental todos os dias, escovar os dentes 2 a 3x ao dia, raspar a língua e procurar o dentista regularmente.

Uma alimentação  alcalinizante, livre de açúcar, evita cáries, doenças na gengiva e tártaro.

Higienização da escova de dentes:

Você pode usar a mistura ou a água oxigenada pura para matar as bactérias estafilococos e outros germes comuns presentes na sua escova de dentes



       Óleo de Coco
Pode ser verdade? O óleo de coco para limpar os dentes? Apenas quando você pensou que você ouviu tudo quando se trata de óleo de coco, ao longo vem ele para o resgate como um clareador dentes. Algumas pessoas estão atestando os seus dentes mais brancos através da aplicação de óleo de coco nos dentes depois de escovar. Mas para a maioria das pessoas, eles estão elogiando os resultados do bochecho do óleo. Basta colocar uma colher de óleo de coco em sua boca e movê-la entre os dentes por 5 a 20 minutos. Ou adicione algumas gotas em sua escova de dente e escove, ou adicione o óleo de coco no canto de um pano limpo e esfregue-o. Além disso, o óleo de coco tem propriedades antimicrobianas, por isso é ótimo para as gengivas também.



Fonte:http://www.belezamasculina.com.br/como-ter-dentes-mais-brancos-sem-ter-ir-dentista/


  www.casamangaia.org  
  • Como encontrar feiras orgânicas perto da sua casa

 http://www.idec.org.br/feirasorganicas


  • Dedetização Ecológica
www.dedetiçacaoecologica.com.br



  • Reciclagem do coco verde
Um copo de água de “Coco Verde” de 250 ml gera mais de “1 Kg de lixo”

Vejam detalhes no site abaixo:
http://www.cocoverderj.com.br/


  • O que fazer com os remédios que sobram , veja o link:
http://recicloteca.org.br/blog/index.php/2012/07/10/o-que-fazer-com-os-remedios-que-sobram/


  • O que fazer com o lixo eletrônico?
O descarte de eletrônicos de maneira consciente e ecologicamente correta é uma das grandes preocupações do novo século. A E-MILE Reciclagem de Eletroeletrônicos é uma empresa especializada em descarte de eletrônicos, pois recicla o material, tornando-o matéria-prima para outros processos.

COLETA GRATUITA EM SUA CASA OU TRABALHO

Agendamos coleta gratuita em toda a região metropolitana de Belo Horizonte -  basta ligar 31 3044-5280



http://www.ecycle.com.br/postos/reciclagem.php
  •  *Óleo usado de cozinha
Você sabia?
Que um litro de óleo jogado na rede de esgoto irá degradar um milhão de litros de água, ou seja, o equivalente ao consumo de uma pessoa por 14 anos?...

Algumas donas de casa ao fazerem o sabão caseiro adicionam excesso de soda cáustica, o que faz o sabão ficar corrosivo para a pele e pode alterar o pH da água.
A Recóleo pode fazer para você essa reciclagem de forma mais segura e eficaz. Basta ligar para eles ou entregar em um dos pontos de coleta. Em alguns casos, eles dão material de limpeza (vassoura, escova, rodo, etc) em troca do óleo. Entre no site:


Nenhum comentário:

Postar um comentário